Aleitamento materno motiva palestras e Projeto de Lei em Diamantino

Seguindo recomendações do Ministério da Saúde, com a campanha "Amamentação. Um ganho para a vida toda", o Governo Municipal de Diamantino promoveu palestras na Estratégia de Saúde da Família (ESF) Pé Branco, com a nutricionista Kenya Kelly Dias de Almeida Fonseca. 

O objetivo é de incentivar as mães amamentarem os filhos até 2 anos de idade, reforçando que o leite materno deve ser alimento exclusivo do bebê durante os primeiros seis meses de vida. De acordo com o secretário Itamar Martins Bonfim o trabalho do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) visa informar que o leite materno é capaz de reduzir em 13% as mortes por causas evitáveis em crianças menores de cinco anos, número maior do que o evitado pela vacinação ou pelo saneamento básico. 

Segundo o Ministério da Saúde, desde 2013, já foram investidos R$ 8,5 milhões em ações de incentivo a amamentação no Brasil. O prefeito Juviano Lincoln defendeu o argumento utilizado pelo ministro da Saúde, Arthur Chioro, no lançamento oficial da campanha. “É uma mobilização pela vida”, destacou. 

- Projeto de Lei tramita na Câmara de Diamantino 

Em Diamantino a vereadora Edevirge Paulina Almeida Couto apresentou o Projeto de Lei Nº 240/2014, que propõe instituir no município a “Semana de incentivo ao aleitamento materno”. O PL foi encaminhado para Comissão de Constituição e Justiça e aguarda parecer para ser encaminhado para Comissão de Educação, Saúde e Assistência Social. 

A vereadora justifica que o leite materno é completo. “Ele funciona como uma verdadeira vacina, protegendo a criança de otite, alergia, vômito, diarreia, pneumonia, bronquite, meningite, entre outras doenças”, defendeu. A parlamentar citou ainda que o leite materno melhora o desenvolvimento mental e protege o bebê de algumas doenças e infecções. 

Fonte: Assessoria de Imprensa

Comentários