Ensino Médio decepciona nas redes pública e privada de MT

Notas ficaram aquém das metas estipuladas e precisam ser melhoradas
Ensino Médio precisa melhorar em Mato Grosso,
segundo pesquisa do Ideb 2013
Os resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2013, divulgados pelo Ministério da Educação (MEC), apontam que o Ensino Médio desapontou em Mato Grosso, tanto na rede pública quanto na rede privada. O Ideb é considerado um importante indicador de qualidade do ensino. 

O índice vai até dez e é calculado de dois em dois anos. No índice geral, Mato Grosso apresentou um bom desempenho no Ideb apenas nas séries iniciais do ensino fundamental (até a 4ª série), tendo superado a meta estipulada de 4,9 e alcançando a nota de 5,3 – superior à média nacional, de 5,2. No entanto, quando a avaliação recai sobre as séries finais do ensino fundamental (até 8ª série), a nota foi de 4,4 – o que significou alcançar a meta estipulada e superior a média do Brasil (4,2), mas demonstrou queda quanto à nota alcançada em 2011, que foi de 4,5. 

O Ensino Médio foi o mais decepcionante. As escolas no Estado não atingiram a meta estipulada, de 3,9, apresentando nota 3 – inferior a média nacional (3,7) e menor do que o valor alcançado em 2011 (3,3). 

 Avaliação geral 

A pesquisa aponta que, no Brasil, quase um terço das escolas públicas das capitais brasileiras e do Distrito Federal não apenas não cumpriu a meta do Ideb como teve uma queda entre 2011 e 2013 – o que não é o caso de Mato Grosso. 

Ao todo, são 894 escolas de um total de 2.974 que atendem a estudantes dos anos iniciais do ensino fundamental, do 1º ao 5º ano (4ª série), segundo reportagem publicada pelo portal UOL – leia mais AQUI

Redes estadual, privada e pública 

Conforme os dados do Ideb, a rede estadual superou as metas estipuladas para as séries iniciais (4,7) e finais (3,7) da educação fundamental, apresentando notas de 5,1 e 4,2, respectivamente. No entanto, o ensino médio da rede estadual ficou abaixo da meta, alcançando a nota de 2,7 quando a meta era 3,1. 

Na rede privada, o quadro é semelhante, com o ensino fundamental até a 4ª série registrando índice de 6,7 – acima da meta estipulada de 6,4 – e a nota dos ensino até a 8ª série sendo de 5,9, quando a média estipulada era de pelo menos 5,3. O ensino médio na rede particular, porém, também desaponta. 

Enquanto a meta estipulada para 2013 era de 5,8, o índice alcançado foi de 5,3. Na rede pública de ensino – sob responsabilidade dos municípios e que não contempla o ensino médio – o resultado foi melhor. Até a 4ª série, a rede de ensino recebeu nota 5,2 quando o esperado era de pelo menos 4,6. Já o ensino oferecido até à 8ª série foi avaliado com nota 4,2, quando a meta estipulada era de 3,8.

Fonte Midía News