Policial Civil e 2 PMs são presos com produtos roubados

Policiais da Ronda Ostensiva Tática Metropolitana (Rotam) prenderam um policial civil e dois militares transportando uma carga de produtos eletroeletrônicos oriundos de roubo em Várzea Grande. 

Além dos policiais, dois homens também foram detidos. Segundo a Rotam, os acusados não possuíam nota fiscal sobre os produtos e não levavam nenhum preso. Foram apreendidos 50 televisores LED, 24 refrigeradores, liquidificadores, diversos outros produtos eletrônicos, além de um revólver calibre 38, 125 munições calibre 9mm e 72 munições calibre 32. 

Os 5 foram presos depois de denúncia via Ciosp, que informou que suspeitos em um caminhão saindo do bairro Parque do Lago, estariam transportando armas e munições. A apreensão ocorreu por volta das 23h da noite de quinta-feira (23), na Estrada da Guarita. Os policiais da Rotam abordaram o caminhão baú e um veículo Fiat Palio Weekend, que os acompanhava. 

Do carro saiu um homem que se identificou como sendo o policial civil, D.J.S e que estaria levando produtos apreendidos para registro na delegacia. Dois policiais militares, um soldado e um cabo, também estavam no carro, além de um quarto homem. O caminhão era dirigido por um quinto suspeito, J.F.S. O policial civil foi indagado sobre as notas fiscais dos produtos e sobre algum suspeito preso na ação, porém, alegou que o suposto acusado teria fugido, e que por se tratar de material apreendido não possuía nota fiscal. 

Na revista ao caminhão, os policiais encontraram ainda um cheque rasgado no valor de R$ 1,650,00, do Banco do Brasil, em nome do policial civil, uma pasta com documentos, e um RG em nome de um homem ainda foragido. 

Os 5 foram encaminhados para a Central de Flagrantes de Várzea Grande.

Gazeta Digital

Comentários