Internacional pode voltar a Cuiabá para enfrentar o Figueirense pelo Brasileirão

Estrela do Inter, D'Alessandro atuou na partida contra o Cuiabá em maio

O clássico paulista entre Santos e São Paulo pode não ter sido o último jogo oficial do ano na Arena Pantanal. A diretoria do Figueirense já confirmou que comercializará o mando de campo do último confronto da equipe no Campeonato Brasileiro de 2014, que será contra o Internacional. Novamente, a Arena Pantanal é uma das interessadas para sediar o duelo do próximo dia 07 de dezembro.

O presidente do ‘Figueira’, Wilfredo Brillinger, confirmou a informação de que venderá o mando de campo: “Nós vamos ser julgados no STJD e muito provavelmente seremos punidos com a perda de mando de campo. Com isto, eu já quero iniciar o pagamento da punição nesta última rodada. Eu vou conversar com os meus dirigentes e ver onde a gente pode atuar. Nós queremos comercializar este jogo contra o Inter”.
 
O presidente da Feito Eventos, Fabiano Rodrigues, confirmou ao Olhar Direto que as negociações estão em andamento: “Estamos conversando com a diretoria e as negociações estão bem avançadas. Porém, ainda precisamos definir a cidade em que o jogo será realizado e se eles darão uma resposta positiva”. Vale lembrar que a definição tem de sair até a próxima quinta-feira (27), 10 dias antes do confronto. A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) também precisa dar o aval.
 
Com isto, a Arena Pantanal poderá terminar o ano com 25 jogos realizados. Em seu primeiro ano de história, o estádio recebeu partidas das quatro divisões do Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil, Copa do Mundo de 2014, além de um amistoso internacional. Caso o duelo seja confirmado na capital mato-grossense, será a segunda vez do clube gaúcho no local (enfrentou o Cuiabá no dia 1º de Maio).
 
O Figueirense foi condenado pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) por conta da briga de seus torcedores no jogo contra o Goiás, em partida da 26ª rodada do Brasileirão de 2014, no estádio Serra Dourada. O clube entrou com um recurso, que deverá ser julgado ainda esta semana, porém, a expectativa é que a punição seja mantida.

Olhar Direto

Comentários