MT é o Estado que mais apreendeu cocaína no Brasil


Mato Grosso é o Estado brasileiro que mais apreendeu cocaína, durante os dois dias da Operação Brasil Seguro, realizado em 11 estados de fronteira e nove da região Nordeste. 

Dos 161 kg do entorpecente apreendidos, 53% (ou 85,11 kg) estavam em Mato Grosso. 

De acordo com o tenente-coronel Gilson Azizes Ferreira, comandante do Grupo Especial de Segurança de Fronteira (Gefron), da Polícia Militar, três pessoas estavam servindo de "mula" (pessoas que atravessam a fronteira com droga) para os narcotraficantes da Bolívia quando foram detidos. 

“Eles se submetem ao perigo de ser presos do que trabalhar. Prendemos três que estavam com 25 kg de droga cada, quando estavam entrando no Brasil. A região de Clarinópolis, em Cáceres, está infestada de mulas. E, com o poder da revista e investigação, conseguimos a detenção deles, que foram enquadrados em tráfico internacional de droga”, disse o comandante. 

No total, a Operação Brasil Seguro prendeu 40 pessoas, recuperou 10 veículos roubados, abordou cerca de 5.119 pessoas e 3.608 carros. E 33 pessoas foram presas em flagrante.

A operação conjunta ainda aprendeu 85 kg de cocaína e 13 kg de maconha. Dez armas de fogo foram retiradas de circulação e 554 munições oram apreendidas. 

Todo o efetivo empregado, de 1.800 integrantes, segundo Alexandre Bustamante, secretário de Segurança Pública do Estado, foi composto por membros do Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Polícia Militar, Polícia Federal, Exército Brasileiro, Ciopaer e Gefron. 

Durante uma coletiva de imprensa em videoconferência, nesta quinta-feira (6), o ministro da Justiça, Eduardo Cardoso, aplaudiu o trabalho das forças estaduais e pediu empenho durante todo o tempo, principalmente nos quase mil quilômetros de fronteira que Mato Grosso tem com a Bolívia.

“Apesar de ter sido apenas dois dias de força-tarefa empenhada em combater todo tipo de tráfico, aplaudo a competência de Mato Grosso por ter tirado a maior parte da cocaína e ainda prender os ‘mulas’ . Tem que ser sempre assim”, completou o ministro.

Bustamante ainda afirmou que esse tipo de operação seria necessário no Estado todos os dias, porém esses dois dias específicos já fizeram o ministro perceber que forças tarefas precisam ser constantes. 

“Nosso trabalho é realizado todos os dias, mas, com apoio das outras forças, é a primeira vez na história. Isso precisa ser repetido e o ministro viu. Mato Grosso não pode parar um dia sequer de fazer operações contra o tráfico”, concluiu. 

A Operação Brasil Seguro aconteceu no dia 4 e 5 de novembro, simultaneamente, nos 11 estados de fronteira e nove do Nordeste.

Mídia News

Comentários