Roupas estão em 1º na lista de Natal

Vendas natalinas aquecem o comércio cuiabano. Baseada em estimativas do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC - Brasil), a expectativa da Câmara de Dirigentes Lojistas de Cuiabá (CDL/ Cuiabá) é alcançar um alta de 5% neste fim de ano. Segundo a CDL, o setor de confecções será o mais movimentado, as roupas devem ocupar o 1º lugar na lista de presentes de Natal (com 77%), seguido pelos calçados (50%) e perfumes/cosméticos 45%.
No levantamento da CDL sobre as intenções de compra era possível que cada entrevistado marcasse mais de um item. Ainda segundo a pesquisa da entidade, cada consumidor deverá comprar 4 presentes neste fim de ano mesma quantidade observada no Natal de 2013, e a intenção de compra é pelo menos um presente no valor de R$ 122,40.
O vice-presidente da CDL Cuiabá, João Batista Rosa, avalia os números com otimismo. Mas ressalta que os lojistas deverão usar muita criatividade para atrair os consumidores. “O natal exerce influência no consumidor, acreditamos que vamos ter os mesmos índices de 2013. A pesquisa comprovou o desejo das pessoas em presentear uns aos outros”, aponta Rosa.
O otimismo da entidade não é unânime entre os lojistas. Para o gerente da Loja Iracema, especializada em confecções, Ian Bezerra, os resultados de 2013 devem ser mantidos, sem acréscimo. Pelo menos essa é expectativa, que pode ainda não se concretizar, segundo Bezerra, por causa das circunstâncias do mercado, ou seja, da inadimplência e da falta de dinheiro do consumidor. “Trabalhamos no limite em 2013. Não foi bom”, opina o gerente.

Funcionamento - Autorizada por uma negociação entre os Sindicatos Patronais do Comércio e o Sindicato dos Empregados no Comércio de Cuiabá e Várzea Grande, no período que antecede o Natal, os estabelecimentos comerciais deverão funcionar em horário especial.


De 1º a 8 de dezembro, as lojas poderão funcionar até às 20h. Já entre os dias 9 e 23, o comércio deverá ficar aberto até às 22h. No dia 24 de dezembro, véspera do Natal, as lojas deverão funcionar até às 20h. Após o Natal, do dia 26 até 30, as lojas vão atender os consumidores até às 20h, e no dia 31, véspera do Ano Novo, o comércio deverá ficar aberto até às 18h.
A CDL ressalta que na prática qualquer comerciante poderá prolongar o atendimento até os horários permitidos. No entanto, grande parte dos lojistas adere ao funcionamento prolongado a partir do dia 15 de dezembro.
A Gazeta

Comentários