Seleção enfrenta Turquia em uma Istambul apaixonada por brasileiros


Loucos por futebol. Rivalidades acirradas entre os três principais clubes do país (Fenerbahçe, Galatasaray e Besiktas). Esse é o panorama de Istambul, cidade que será palco do confronto entre Brasil e Turquia, nesta quarta-feira, às 16h30 (de Brasília), no Sukru Saracoglu Stadium. Mas quem pensa que os turcos não gostam dos brasileiros estão enganados. 

É estátua para lá, general para cá e um fascínio pelos principais jogadores que atuam no futebol canarinho. 

É isso mesmo. Por conta do desempenho de alguns jogadores brasileiros, os turcos têm verdadeira adoração pelo país. No lado oriental da cidade, por exemplo, falar o nome de Alex é motivo de tratamento diferenciado. 

O jogador, atualmente no Coritiba, é o maior ídolo da história do Fenerbahçe e, por conta disso, ganhou até uma estátua em uma praça próxima ao estádio do clube. - Se o Alex tem a estátua é porque ele mereceu – disse Dunga, ao ser questionado por um jornalista durante a coletiva de imprensa. 

Mas não é apenas o lado oriental que tem seu ídolo brasileiro. Do lado ocidental, um certo general também tem seus seguidores, os soldados do Melo. 

O volante Felipe Melo, do Galatasaray, conquistou os fãs com boas atuações e uma entrega sem igual em campo. Não consegue nem sair na rua. E mesmo longe da Seleção teve o seu nome cogitado por um repórter turco na entrevista de Dunga. 

- Peço desculpas, mas não costumamos falar dos jogadores que não estão convocados – afirmou Dunga, que teve Felipe Melo com um dos pilares de sua equipe na Copa do Mundo de 2010, disputada na África do Sul. 

Nesta quarta-feira, porém, nem Felipe Melo, nem Alex estarão em campo. É a chance de os turcos conhecerem e admirarem um outro brasileiro, e ele atende pelo nome de Neymar. O novo capitão da Seleção está confirmado na equipe que vai começar a partida no estádio do Fenerbahçe. 

Em boa fase com a amarelinha, ele já marcou 40 gols em 58 jogos e tem tudo para aumentar tais números. 

Ao lado de Neymar, Dunga confirmou Luiz Adriano. No gol, Diego Alves foi o escolhido para entrar na vaga de Jefferson, que não foi chamado por atuar no futebol brasileiro. Elias, do Corinthians, também fora da lista, dará lugar a Fernandinho, que tem sido constantemente chamado pelo treinador.

Com isso, o Brasil entrará em campo com a seguinte formação: Diego Alves, Danilo, Miranda, David Luiz e Filipe Luís; Luiz Gustavo, Fernandinho e Oscar; Willian, Neymar e Luiz Adriano. Agora, paixões à parte, a Seleção sabe que vai jogar em um país louco por futebol.

- É muito forte essa paixão dos turcos pelo futebol. Eles têm um amor e um carinho enormes pelo esporte. O calor do turco com o futebol é bem parecido com o dos brasileiros. Por isso, talvez, os jogadores brasileiros consigam se adaptar mais rapidamente – disse o comandante canarinho. 

Vale lembrar que a Turquia não vive um bom momento no futebol. Disputando as eliminatórias da Eurocopa, a seleção ocupa a última colocação do Grupo A, com apenas um ponto em três jogos. A Islândia lidera, com 9.

O principal destaque da Turquia é o meia Ardan Turan, do Atlético de Madrid. O jogador ganhou elogios do zagueiro Miranda, seu companheiro de clube. 

- O Arda Turan é um craque, o grande jogador da Turquia. Diferenciado, tem muita qualidade e pode surpreender. Temos que ter cuidado com ele porque ele pode definir a partida num lance. Tem um talento muito especial.

TURQUIA x BRASIL

Local: Sukru Saracoglu Stadium, em Istambul (Turquia)
Horário: 16h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Ravshan Irmatov (Uzbequistão) Auxiliares: Abdukhamidullo Rasulov (Uzbequistão) e Jakohngi Saidov (Uzbequistão)
Transmissão: TV Globo, Sportv e GloboEsporte.com transmitem a partida. O site também acompanha o amistoso em Tempo Real.
TURQUIA: Babacan, Gonul, Kaya, Tufan e Topal; Erkin, Sahan, Turan e Töre; Özyakup e Bulut. Técnico: Fatih Terim 
BRASIL: Diego Alves, Danilo, Miranda, David Luiz e Filipe Luís; Luiz Gustavo, Fernandinho e Oscar; Willian, Neymar e Luiz Adriano. Técnico: Dunga

Globoesporte.com.br

Comentários