Suspeito de matar o próprio filho é morto em linchamento

Um homem é suspeito de ter matado o próprio filho, de 12 anos, na manhã desta quarta-feira (5) em Ribeirão Preto, interior de São Paulo. O crime ocorreu em uma comunidade conhecida como favela do Monte Alegre, na zona norte da cidade, por volta das 12h. Em seguida, o suspeito tentou fugir, mas foi encontrado morto. Relatos de vizinhos indicam que ele foi linchado.
De acordo com informações da Polícia Civil, o suspeito, de 49 anos, foi até a casa da ex-mulher e do filho, como fazia com frequência, para falar que estava sendo perseguido e que havia sido jurado de morte. A 
mulher teria conversado com ele na calçada.

Em seguida, o suspeito teria entrado na casa e, após alguns minutos, voltado para a calçada com as mãos sujas de sangue afirmando que havia resolvido o problema dele. Ainda de acordo com a polícia, ele revelou à ex-mulher que tinha matado o filho.
A mãe, desesperada, entrou em casa e encontrou o filho caído, ferido, em cima de uma cadeira. O garoto ainda estava vivo e apresentava perfurações pelo corpo. A polícia chamou atenção para um ferimento na cabeça que pode ter sido provocado por um golpe de martelo.
O menino chegou a ser levado para uma unidade de saúde local, mas já deu entrada sem vida. O pai do garoto foi encontrado pela polícia morto no quintal de uma outra casa no mesmo bairro. No local, foram apreendidos um martelo e uma faca de cozinha, ambos com vestígios de sangue. A polícia não encontrou outras pessoas no local em que estava o corpo do suspeito, mas, de acordo com testemunhas, ele foi linchado.
No entanto, outras linhas de investigação não foram descartadas. Vizinhos relataram, ainda, que o homem era usuário de drogas. A morte do garoto será investigada pela Delegacia de Defesa da Mulher de Ribeirão Preto e a do pai ficará a cargo da Delegacia de Investigações Gerais da cidade.
Redação R7

Comentários