Sargento da PM é morto com dois tiros ao sair do quartel

A morte do sargento da PM chamou a atenção de
populares, na área central de Rondonópolis

Um policial militar foi executado com três tiros de revólver, após sair de seu turno de trabalho, na Rua Casemiro de Abreu, na região central de Rondonópolis (212 km ao Sul de Cuiabá). 

Trata-se do sargento PM Aelson Alves de Souza, de 48 anos, que retornava para sua residência, após mais um turno de serviço, no 5º Batalhão da Polícia Militar. 

O assassinato ocorreu na noite de segunda-feira (15), por volta das 20 horas. O militar ainda estava de farda quando foi executado.

Testemunhas disseram que dois homens em uma motocicleta se aproximaram e atiraram contra o militar, que estava a poucas quadras de sua residência. 

Baleado no pescoço e na cabeça, o sargento morreu no local. Um carro do Samu chegou a ser acionado, mas os socorristas confirmaram a morte instantânea.

Para policiais militares que atenderam a ocorrência, o crime seria um "acerto de contas". Eles acreditam que o criminoso já seguia o sargento, desde a sua saída do quartel.

O assassinato está sendo investigado pela Divisão de Crimes Contra a Pessoa, da 1ª Delegacia Distrital da Vila Operária. Policiais plantonista estiveram no local iniciando os trabalhos.

Mídia News

Comentários