Extintor ABC tem obrigatoriedade prorrogada pelo Denatran

A resolução contraria até mesmo declaração do próprio Denatran, que mais cedo, havia anunciado que não pretendia ampliar o prazo para que os extintores fossem substituídos

(Brasília) – Em reunião emergencial realizada na noite de ontem (segunda-feira, 05) ficou acertado entre o Ministério das Cidades e o Departamento Nacional de Trânsito – Denatran – que será prorrogada por mais 90 dias a cobrança pela obrigatoriedade ao porte dos extintores de incêndio veicular com carga ABC. Mesmo sem a publicação da nova resolução, o Denatran avisou, através de sua secretaria de comunicação social, que a partir de hoje os órgãos de fiscalização e controle já não multarão mais os veículos que transitarem sem o equipamento.

A resolução contraria até mesmo declaração do próprio Denatran, que mais cedo, havia anunciado que não pretendia ampliar o prazo para que os extintores fossem substituídos. Assim, os condutores que reclamavam da falta de oferta do equipamento de segurança no mercado ganharam mais tempo para adequarem-se à nova lei.

O Departamento lembrou que a troca de um extintor pelo outro garantem maior segurança ao veículo, seu condutor e eventuais passageiros, pois os extintores com carga ABC têm maior eficiência de combate ao fogo que seu antecessor, pois além de combater chamas em líquidos e sólidos, também agem contra combustão em equipamentos energizados, carpetes, espumas e plásticos revestidos.

Quem deve trocar – Os carros fabricados no Brasil a partir de 2005 já saem da linha de montagem com os novos extintores ABC; já veículos com mais de dez anos, precisam efetuar a troca nos próximos três meses.

Terminado este novo prazo, avisou a diretoria do órgão, os carros que forem pegos trafegando com os modelos AB antigos receberão multa de R$ 127,69, mais cinco pontos na CNH. 

Agência JB Press

Comentários