Farmácia Municipal de Lucas do Rio Verde é referência para o Tribunal de Contas

A instituição controladora do Estado e municípios identifica boas práticas com informatização e redução de custos

O Tribunal de Contas de Mato Grosso cita no relatório da Secretaria de Controle Externo a Farmácia Municipal de Lucas do Rio Verde como unidade de referência. O documento diz textualmente: “... importante citar, como boa prática identificada, os municípios de Lucas do Rio Verde e Nova Mutum, que centralizam as farmácias públicas municipais. Pois, conforme relatado, a centralização das farmácias, além de gerar economia de recursos públicos, possibilitou melhor controle e atendimento”.

O TCE-MT listas duas providências que permitiram obter melhor qualidade nos serviços farmacêuticos prestados à população, que é a informatização que controla entrada e saída dos medicamentos além do tratamento de pacientes e a presença de profissionais qualificados, principalmente farmacêuticos.


O sistema em Lucas do Rio Verde hoje é tão organizado que o receituário já sai dos Postos de Saúde da Família com código de barras o que permite agilidade e controle absoluto. A Farmácia Municipal distribui para a população cerca 156 itens de princípios ativos de medicamentos e atende em média 350 pessoas por dia.


Na linha de frente da Farmácia Municipal trabalham apenas três pessoas, a farmacêutica Chaiana Costa é a coordenadora que trabalha com duas auxiliares. No almoxarifado trabalham outras duas pessoas e fazem o controle de compras dos medicamentos com intervalos regulares para que não possam vencer nas prateleiras e assim evitar desperdícios.


Segundo Chaiana Costa o fato de ter o reconhecimento do órgão controlador “nos estimula a trabalhar com mais eficácia, pois é o que todos desejam d
o serviço público” ressalta a coordenadora. 

Fonte: Ascom/Ley Magalhães
31/03/2015 - 17:20


Comentários