Ladrões trocam tiro com segurança em shopping

Silvana Ribas, repórter do GD

(Atualizada às 17h24) Ex-presidiário que usava tornozeleira eletrônica está entre os presos que invadiram Shopping Pantanal, por volta das 14h de hoje, no roubo a uma loja de joias. Segundo a Polícia, pelo menos 6 criminosos atuaram no crime.
Na fuga fizeram disparos de arma de fogo no momento em que tentavam fugir pelo estacionamento e foram seguidos pelos seguranças. Cerca de R$ 10 mil foram levados da empresa.

Jeikson Pedro de Arruda, 25, é acusado de participar do roubo de R$ 1 milhão em joias, no dia 7 de janeiro, em um apartamento, na avenida Presidente Marques, no bairro Santa Helena, na Capital.
Na ocasião, ele foi preso em flagrante depois de fugir do cerco policial. Ele e os cúmplices chegaram a fazer um disparo, que atingiu a porta do veículo de um cliente.
A ação policial que resultou na prisão de três suspeitos contou com investigadores da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá. Os outros dois cúmplices presos não tiveram os nomes revelados. Foram capturados na região do Sesi Papa, na Morada do Ouro.
Segundo investigadores da Derf, pelo menos 6 pessoas participaram do assalto. Dois entraram na loja, sendo um armado e os demais deram apoio logístico.
As primeiras informações são de que Jeikson estava dentro da loja, simulando solicitar um orçamento, quando um cúmplice entrou armado. Ele foi preso no bairro Bela Vista. Os suspeitos também estão sendo submetidos a reconhecimentos das vítimas.
A prisão dos assaltantes é resultado do novo modelo de trabalho implementado pela Derf, para o atendimento de ocorrências de roubo em local de crime.
A prisão dos três suspeitos foi conduzida pela equipe de delegado Guilherme Berto Nascimento Fachinelli e o flagrante está sendo lavrado pela delegada Jannira Laranjeira, que comandará a investigação.

Comentários