Mauro Mendes cogita sair candidato já em 2018

Janaiara Soares

O atual prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (PSB), afirmou que não deve abandonar a vida política com término da sua gestão este ano. O pessebista disse que pretende focar em assuntos pessoais, mas não descartou um projeto político para 2018. “É possível sim, mas ainda tenho tempo para pensar nisso”, afirmou.
Mendes afirmou que a princípio quer concluir sua administração, que foi bem avaliada por 81% dos entrevistados na Capital pela pesquisa realizada pelo Instituto Gazeta Dados e divulgada no dia 20 de outubro. “Honestamente não pensei muito em campanha. Estou focado em concluir a administração. Não pensei muito em 2017, quer dizer em 2018. Mas uma coisa é certa: há 35 anos eu faço parte da política e muito provavelmente eu não sairei dela”.
Em agosto, véspera do término das convenções partidárias, Mendes anunciou que não concorreria à reeleição na Capital. Com a desistência, o grupo político indicou o deputado estadual Wilson Santos (PSDB) para disputar a eleição, que acabou perdendo no segundo turno. Na época, o pessebista afirmou que não entraria na disputa por motivos pessoais. Além disso, o prefeito estaria com dificuldades empresariais, já que o grupo Bipar, de sua propriedade, encontra-se em recuperação judicial com dívidas de cerca de R$ 100 milhões. “Vou focar o ano que vem na minha família e nos objetivos que infelizmente me impossibilitaram de estar na condição de candidato”.
Para o pessebista, um novo processo eleitoral seria muito desgastante. “Eu acho lamentável que no Brasil acabamos uma eleição e já iniciamos outra. Eu não gostaria de terminar um mandato e começar um novo processo eleitoral seja para que cargo fosse. Não vou sair da política. Provavelmente ano que vem devo me candidatar a síndico do meu prédio, mas entendo que meu foco é terminar a gestão”, brincou o prefeito.

Comentários