Diamantino deve adotar modelo de gestão que conta com participação da comunidade para fazer uma cidade melhor

O prefeito Eduardo Capistrano, secretários da administração municipal e servidores, assistiram, na manhã desta sexta-feira (13) , a uma palestra ministrada pela professora Rosa Neide, ex-secretária de educação de Mato Grosso, atual chefe de gabinete do deputado estadual Valdir Barranco. A apresentação foi realizada no auditório da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, e teve como tema o projeto "Cidade Educadora" - modelo de gestão criado em 1990 em Barcelona, na Espanha -, e  implantado em diversas cidades do Brasil e do mundo.
A professora Rosa Neide tem percorrido várias cidades de Mato Grosso apresentando o modelo de gestão, que propõe mudar a concepção de cidade que cada pessoa tem. "O deputado [Valdir Barranco] assumiu nesta condição, de buscar ações para apoiar administrações municipais. Aqui no Brasil a gente sabe que as cidades que adotaram este modelo deram 'passos largos' na melhoria da qualidade de vida da população, tanto urbana, como do campo. São políticas públicas integradas. Todas as Secretarias se integram, tentando fazer uma 'cidade educadora', que é uma cidade onde todos têm melhoria na qualidade de vida. Todos participam das ações da cidade. Todos discutem as políticas públicas. E as ações são desenvolvidas em cada bairro, ouvindo a população", explicou.
Conforme o projeto  "Cidade Educadora", todo espaço público pode se tornar um espaço educativo. Com envolvimento de entidades religiosas e da sociedade civil organizada, todos são conclamados a participar.  O cidadão é convidado a ser voluntário. Assim, é inserido no processo de transformação da cidade.  "A população é protagonista. Nenhum bairro vai ser bonito, se a sua população não participar. É o prefeito chamando a população para administrar com ele. Para fazer uma gestão juntos. Todos os secretários são servidores públicos e estarão a disposição da sociedade, indo em cada bairro, chamando o povo para fazer um bairro mais bonito, com melhor educação, melhor limpeza urbana. Com todos participando, para que Diamantino ofereça a seus filhos aquilo que eles merecem", ressaltou.
Diamantino, cidade educadora
O modelo apresentado pela professora Rosa Neide agradou o prefeito Eduardo e os secretários municipais. O mesmo projeto deve ser apresentado a entidades da sociedade civil organizada, líderes de comunidades e de todas as denominações religiosas, entre outros. O objetivo é sensibilizar a população a "abraçar a causa" e, com apoio de todos, fazer uma cidade mais bonita, com mais qualidade de vida. "É importante que a gente tenha essa consciência de uma cidade educadora, para que nosso município construa, a cada dia, uma imagem mais bonita. Mas, para isso, nós precisamos que as pessoas participem. Vamos montar um projeto de voluntariado, para que os diamantinenses nos ajudem a fazer uma cidade melhor", afirmou.

Comentários