Ataque terrorista com van mata 13 e fere 80 em Barcelona

Motorista da van que atropelou dezenas de pessoas em Barcelona jogou o veículo em "zigue-zague" pela calçada
DO G1 
Uma van atropelou várias pessoas em La Rambla, via que fica em uma das regiões mais turísticas de Barcelona, na Espanha, nesta quinta-feira (17).

A Polícia afirma que 13 pessoas morreram e mais de 80 ficaram feridas, algumas em estado grave.

O caso é tratado como um ataque terrorista. Dois suspeitos foram presos.

O Estado Islâmico reivindicou responsabilidade pelo ataque, informou a agência de notícias do grupo, a Amaq.

Segundo a imprensa local, outro suspeito morreu em uma troca de tiros. 
 
Segundo o jornal "El País", o motorista da van fugiu caminhando e o veículo usado no ataque foi alugado por um homem chamado Driss Oukabir, em Santa Perpetua de la Mogada, município perto de Barcelona.

A polícia confirmou que um suspeito foi detido. Em pronunciamento, o presidente do governo da Catalunha, Carles Puigdemont, disse que há um segundo preso.

Segundo o jornal "La Vanguardia", outro suspeito morreu em uma troca de tiros com a polícia em Sant Just Desvern, município próximo a Barcelona.

Fontes policiais informaram que o motorista da van jogou o veículo em "zigue-zague" pela calçada para atingiu o maior número de pedestres.

O atentado ocorreu por volta das 17h locais (12h no horário de Brasília), no famoso calçadão turístico de Las Ramblas, no centro de Barcelona, onde ficam lojas e quiosques comerciais.

A região estava lotada de espanhois e turistas no momento do atentado.

A van percorreu cerca de 600 metros, da Praça Catalunha à Rambla de Canaletes, onde bateu em um quiosque.

Comentários