Empresário desaparecido há dois dias é encontrado morto; cinco são detidos


A Policia Civil de Nova Mutum prendeu na manhã desta terça-feira (15), cinco pessoas suspeitas de terem participado de um latrocínio (Roubo seguido de morte), ocorrido na madrugada de domingo, por volta das 01h00, na cidade de Diamantino.
Segundo informações preliminares, a vitima, Alaercio Teixeira de Oliveira, conhecido como canelinha, morador da cidade de Diamantino, estava desaparecido desde sábado (12), quando havia saído de casa por volta das 23h30, em um veículo Renault Clio, de cor preta, com uma caretinha com som, até então amigos e familiares não tinham informações do paradeiro do mesmo e buscavam informações nas redes sociais.
A Policia Civil localizou o veículo na manhã de hoje nas proximidades de um hotel em Nova Mutum, através do carro foi possível localizar todos os envolvidos no crime. A caretinha de som ainda não foi localizada, a Policia Civil esta nesse momento se deslocando até a cidade de Diamantino com um dos suspeitos que irá mostrar o local aonde a vitima foi executada.
Foram presos, três homens, J.S.De.S, 16 anos, L.F.N.Da.S, 21 anos e M.A.F, 46 anos, e duas mulheres são elas, T.N.De.A, 17 anos e R.Da.S.C, 19 anos.
Um dos menores apreendidos pela polícia, confessou aos policiais que foi ele, quem assassinou a vítima e que ocultou o corpo em um local próximo a cidade de Diamantino.

Os policiais se deslocaram até o local informado, e encontraram o corpo da vítima, que em seguinda foi encaminhado a Perícia Oficial de Identificação Técnica (POLITEC) de Diamantino, para que sejam tomadas as providências necessárias diante do crime.

De acordo com as informações de um investigdor da Policia Civil, a vítima sofreu um golpe de foice nas costas e teve a cabeça esmagada por bengala de motocicleta. 

Segundo a delegada, Angelina Andrade Ticianel, todos os suspeitos apreendidos tiveram participação no crime, um dos envolvidos chegou a alegar que tirou a vida da vítima, pelo fato do mesmo ter mechido com sua esposa, porém ela acredita que essa, não seja a principal causa, tendo em vista que os envolvidos pegaram os cartões bancários da vitima, e ainda estavam planejando trocar o veículo por uma moto.

A delegada confirmou ainda que a carretinha de som que estava acoplada no veículo, foi localizada, porém sem o som. 

As investigações sobre o caso ainda continuam.
(Atualizado 19h12)

RepórterMT/RAUL BRADOCK

Comentários