Bandido invade loja e obriga funcionária a fazer sexo oral durante roubo

Uma jovem de 19 anos foi vítima de estupro dentro de uma loja de roupas no bairro Jardim Imperial, em Cuiabá, na manhã desta segunda-feira (6). Armado, o bandido obrigou a mulher a tirar a roupa e praticar sexo oral nele.
De acordo com a vítima, o homem descrito como gordo, de aproximadamente 1,70m de altura, entrou na loja se passando por cliente. Ele pediu para experimentar uma camisa, perguntando sobre a dona da loja – que não estava.
O homem saiu e retornou armado alguns minutos depois, anunciando o crime. Ele obrigou a jovem a ir para o banheiro e mandou ela tirar a roupa.
Conforme a vítima, a todo momento o homem a ameaçava de morte, caso não fizesse o que ele mandava. Após obrigar a vítima a praticar sexo oral, o homem fugiu em uma Honda Biz, preta, levando uma bolsa com R$ 200 em dinheiro.
A Polícia Militar foi acionada e encontrou a vítima em estado de choque. Ela foi encaminhada para a Central de Flagrantes (Cisc), onde foi ouvida para registro da ocorrência.
Ninguém foi preso até a publicação desta matéria. A Polícia Civil investiga o crime.
Roubo e estupro
No domingo, a jovem identificada por J.N.S., de 27 anos, viveu momentos de terror nas mãos de um criminoso, quando ela foi abordada, roubada, agredida e estuprada por cerca de 6 horas. O bandido a manteve em cárcere privado em uma quitinete, no bairro Chácara dos Pinheiros, região do Coxipó, em Cuiabá.
De acordo com a assessoria da Polícia Judiciária Civil (PJC), uma pessoa que mora no condomínio Chapada dos Bandeirantes, solicitou a presença de uma viatura da Polícia Militar para auxiliar uma mulher vítima de estupro.

Comentários