Marido agride a mulher, mata o sogro e fere cunhada

Redação do GD
Trabalhador rural agrediu a mulher, matou o sogro a tiros, alvejou a cunhada e fugiu neste domingo (10) em Castanheira (779 Km a Noroeste de Cuiabá). Nesta terça-feira (12), ou seja, 48 horas após o crime, René Valois Araújo, 28, ainda está foragido.
Tanto a Polícia Civil quanto a Militar de Castanheira acompanham o caso registrado em um assentamento, no sítio Alto da Serra, a 70 km do município.
A polícia informou ao site Juína News que Rene e a esposa enfrentavam problemas conjugais e que no fim da tarde deste domingo o pai dela, Ademir Julião Siqueira, 42, foi até o sitio onde o casal mora para buscá-la e levá-la para casa dele. Ela havia manifestado que queria o fim do relacionamento.
Na hora que o pai chegou, com a esposa e 2 filhas, o casal estava brigando e a mulher sendo agredida. De acordo com a polícia, o acusado já saiu de casa com uma pistola na cintura e atirou contra o sogro. Um dos tiros atingiu o tórax dele. Ferido, Ademir correu. O genro continuou atirando contra ele até que a cunhada, Luciene de Abreu Lima, entrou na frente e também foi atingida.
Depois dos disparos, Rene fugiu com o carro próprio, um Saveiro branco.
Luciene foi levada ao hospital, já o pai dela, Ademir, morreu no local do crime.
O site Juína News informou também, enquanto atirava, Rene gritava que ia matar toda a família para que a esposa sinta dor pelo resto da vida.

Comentários