Atacante do SP é acusado de agredir fã mato-grossense

Fonte: Gazeta Digital
Joana Dark Campos Dourado, 21, registrou um boletim de ocorrência para denunciar uma suposta agressão que teria sido cometida pelo atacante do São Paulo, Éverton Cardoso. O fato foi registrado na terça-feira (11), em Nortelândia (253 km ao Médio-Norte da Capital).

A vítima publicou no perfil do Facebook uma foto sua com ferimentos que possivelmente foram provocados pelo jogador, a família dele e um segurança.

De acordo com informações do boletim de ocorrência em que o Gazeta Digital teve acesso, a vítima foi até a casa onde o atacante estava hospedado na intenção de tirar uma foto com ele por ser sua fã.

Lá, um dos familiares perguntou quem a teria convidado já que ela estava com outros amigos. Então, Joanna ficou brava e jogou a piscina na casa e foi até a casa da vizinha.
Assim, a esposa de Everton foi até a casa da vizinha perguntar porque ela chamou sua sogra de put*... No entanto, a jovem negou e disse "você está louca? eu não disse nada".
Com isso, Joanna retornou a casa e foi agredida pelo jogador, irmão, esposa e ainda pelo segurança.
Ela relatou o fato nas redes sociais e disse que foi tratada como lixo.
"Fomos tratados como lixos, a mulher do Ebert passou por mim e pelos meus amigos demonstrando irá, não revidei e ninguém revidou”, diz trecho da publicação.

Caso será apurado pela Polícia Civil.


Comentários