Corpo de vítima de covid-19 é trocado e acaba sendo sepultado por outra família

Familiares de Erasmo Benedita Silva, de 46 anos, com problemas nos rins e diabetes, que faleceu com Covid-19 no Hospital Santa Casa de Misericórdia, em Cuiabá, na manhã desta terça-feira (28), disseram que o corpo dele foi trocado pelo de outro homem, também vítima do novo vírus.


De acordo com parentes, o corpo do homem desapareceu após a preparação para recolhimento pela funerária. A empresa informou à família da vítima que só liberaria o corpo após reconhecimento dos familiares. Chegando lá, havia dez pessoas, mas nenhum deles era de Erasmo.

A partir daí, a família da vítima deu início às buscas pelo corpo. Na manhã desta quarta-feira (29), ao comparecer ao hospital, a família descobriu que ele foi enterrado por outra família, e que o familiar desta estaria ainda no necrotério.


A família aguarda para poder enterrar Erasmo no cemitério de Poconé (93 quilômetros de Cuiabá), cidade em que ele morava. Uma cova já espera pelo corpo, que não deve ser exumado enquanto a situação da outra família não for resolvida. 

Em entrevista concedida ao Olhar Direto, os parentes da vítima informaram que a família que enterrou Erasmo por engano está cooperando para que tudo seja resolvido o mais breve possível. Agora, eles aguardam uma decisão judicial para que o corpo possa ser exumado e depois enterrado pela verdadeira família.

O que diz a SES

Até agora, a Secretaria de Estado de Saúde não se manifestou sobre o ocorrido. O Olhar Direto tentou entrar em contato e aguarda retorno.



Fonte: Olhar direto

Comentários