PF faz operação contra facção que financiava campanhas em MT

 A Polícia Federal deflagrou uma operação contra uma facção criminosa em Barra do Garças (520 km de Cuiabá), na manhã desta quarta-feira (11).

 

O grupo estaria apoiando candidatos políticos e espalhando fake news para influenciar nas eleições municipais.

 

A PF cumpriu três mandados de busca e apreensão na cidade durante a operação "Captura de Estado".

 

O grupo realizava enquetes nas redes sociais para escolher candidatos. Com isso, os criminosos financiavam a campanha desses políticos e divulgavam informações falsas sobre as eleições.

 

Uma das investigadas já foi candidata a vereadora em Nova Iguaçu (RJ) em eleições anteriores. A mulher chegou a ser presa em flagrante por ter tentado destruir um celular que estava apreendido.

 

A investigação também apontou que os faccionados estavam insatisfeitos com a atuação das polícias na região do Vale do Araguaia contra o crime organizado.

 

A PF, no entanto, afirmou que não irá divulgar nomes dos candidatos e dos partidos políticos envolvidos.

 

Nome da operação

 

”Captura de Estado” faz alusão ao fenômeno atual conhecido como “captura/reconfiguração cooptada”, prática ilícita em que organizações criminosas buscam, por meio de patrocínio e financiamento de campanhas políticas de candidatos previamente selecionados por suas “lideranças”, bem como outras condutas ilícitas de coação e ameaças de eleitores, a inserção de pessoas em posições estratégicas políticas, legislativas e executivas.

 

Para tanto, utilizam-se de crimes de toda ordem, nomeadamente corrupção eleitoral, lavagem de capitais, falsidades eleitorais das mais diversas entre outros.

 


Fonte: Midia News

Comentários